Ontem falamos um pouco sobre a maçã e sua importância na alimentação do cachorro e hoje chegou a hora de falar do abacate. Será que posso da-lo ao meu cãozinho? Vamos descobrir!

Esta matéria foi sugestão do nosso leitor Beto Roberto e de seus filhos peludos Freddy, Sansão e Preta.

Como bem sabemos, cachorros podem ser extremamente gulosos e comer qualquer coisa que colocamos na sua frente. Por isso, selecionar as frutas pelo gosto dele pode ser bastante perigoso. O abacate é uma fruta que, segundo relatos, os cães costumam gostar muito e quem possui abacateiro no pátio em geral acaba sem nenhum abacate. O problema é que esta fruta divide opiniões dentre os veterinários e é bom ficar alerta. Alguns dizem que abacate em pequenas quantias não faz nenhum mal, principalmente para cachorros grandes. Porém, existem pesquisas que apontam o fato do abacate trazer vários problemas de saúde aos animais.

Isso porque ele possui uma toxina solúvel em óleo chamada idioblasto, esta é encontrada tanto na fruta em si quanto em sua casca e folhas da árvore também. A ingestão desta toxina em grandes quantias é capaz de provocar a inflamação das glândulas mamárias e também insuficiência cardíaca. Outro grande risco está no fato de cães não conseguirem processar grande quantia de gordura vegetal de uma só vez e como o abacate é uma fruta extremamente gordurosa, aqui está outro motivo para não da-la ao seu cão. Ela também tem o famoso caroço que apresenta um grande risco de engasgamento ao seu cachorro e, caso ingerido por acidente, pode causar obstrução do aparelho digestivo.

Cachorro pode comer abacate? 2

Leia também: Cachorro pode comer maçã?

A grande questão é que mesmo sendo considerado seguro o consumo da fruta em pequenas quantidades, é muito complicado você saber exatamente o limite do seu amigão de quatro patas, principalmente se ele for de pequeno porte. Logo, considerando todo o risco, eu aconselho que sinceramente você não alimente seu cachorro com abacate. Inclusive, a maioria das entidades internacionais alerta sobre sua toxicidade e relembra que esta fruta deve ser apenas para consumo humano. Isso relembra para nós a grande importância de pesquisar sempre antes de alimentar nosso amigo porque nem tudo o que é bom para nós, é bom para ele. Tenha cautela.

Caso seu cachorro tenha comido abacate e você esteja preocupado com as possíveis consequências, corra para o veterinário e informe a situação para que ele possa receitar um tratamento que o ajude a não passar mal devido a esta ingestão.

Você sabia de tudo isso? Comente!