Em todas as matérias sobre raças deste blog eu falo sobre a imensa importância da socialização desde filhote. Entretanto, você sabe o que é isso? Sabe como fazer para socializar um pequenino? É o que iremos descobrir!

Caso você tenha um filhote em casa, é importante que preste muita atenção em todas as informações a seguir para que possa ajuda-lo a crescer não apenas com um corpo saudável, mas também com a mente fortalecida.

O que é socialização?

A socialização é um período pelo qual todo filhote precisa passar, ele é gradativo e ocorre durante oo crescimento do filhote. É o ato de socializar que fará com que seu pequeno peludo se dê bem com outros animais, pessoas e também objetos. Porém, não basta que ele apenas veja esses elementos como conviva e interaja com eles para assim crescer confiante e com habilidades de relacionamento.

É importante que ele conheça crianças de diversas idades, gatos, outros cachorros de portes diferentes, que conheça também adultos diferentes e que interaja com todos estes grupos. Esta integração fará com que ele aprenda que existem outras coisas no mundo além dele e de seu tutor e sua família, logo quando você decidir ter filhos ou adotar um novo animal, ele já saberá do que se trata e reagirá muito melhor ao novo integrante da família.

Ao ser socializado, ele também suprimirá seu instinto de caça (se for o caso), latirá menos ou quase nada quando chegarem visitas na sua casa, será menos possessivo e ciumento também. É muito importante passar por todo este processo com muito zelo e carinho para que ele cresça feliz e sociável. A socialização costuma ocorrer entre as 3 semanas e 12 semanas de vida. É neste período que o cachorro precisa se acostumar a ter companhia e irá aceita-la agradavelmente.

Leia também: Quando posso começar a dar ração para filhotes?

socializar

Como socializar um cachorro filhote com outros animais?

É preciso sempre ter muito cuidado durante as socializações para que o filhote não sinta medo dos outros animais. Tenha cuidado ao apresenta-lo para cachorros muito maiores do que ele pois isso pode acabar gerando o efeito inverso do esperado. É preciso que você socialize seu pequeno com outros cachorros, gatos, tartarugas, hamsters e todos os demais animais que você pode acabar desejando ter algum dia em casa. É importante sempre apresenta-lo para animais que tenham um bom temperamento para que seu filhote guarde memórias felizes daquele momento.

Evite sempre animais violentos para evitar que seu filhote seja assustado ou machucado. Caso ele acabe guardando memórias negativas daquele momento, quando encontrar outro animal da mesma espécie que o bateu, ele ficará receoso, na defensiva e poderá até mesmo brigar com ele.

Como socializar o filhote com pessoas

Outras pessoas também são importantíssimas neste processo. Você precisa fazer com que seu cachorro conheça adultos, idosos, homens e mulheres, bebês, crianças entre 4-7 anos, crianças mais velhas, adolescentes, enfim. Todos as pessoas que você conseguir. Reunia a família e o apresente a todo mundo e deixe que ele brinque um pouquinho com cada um.

Lembre-se sempre de instruir as crianças as quais você irá apresenta-lo a respeitar o filhote sempre, sem jamais puxar suas orelhas ou cauda, morde-lo ou machuca-lo. É o mesmo caso dos cachorros maiores, caso a memória aqui desenvolvida seja negativa, ele sempre se lembrará dela. Ter contato com pessoas é uma das partes mais importantes da socialização para evitar que seu cachorro fique estressado com visitas ou que não goste das pessoas em geral, assim latindo para todo mundo.

Como faço para socializar um cachorro filhote? 2

O que ocorre com um cachorro mal socializado

Cachorros que não são corretamente socializados durante seu período como filhote fará com que ele cresça sendo um adulto estressado, medroso e que late o tempo todo. A má socialização gera comportamentos graves como medo, insegurança, agressividade, estereotipias, excitação excessiva e apatia. Dependendo do caso, nem mesmo um adestrador conseguirá retirar seus vícios, assim deixando-o sempre em estado de estresse. Por isso, evite este fato fazendo a socialização corretamente.

Além disso, reserve algum tempo para trocar carinho e brincar com seu filhote e também com seu cachorro adulto, assim gerando animais saudáveis e equilibrados, cheios de amor para dar. Também reserve um tempo para lhe apresentar o mundo, após a vacinação leve-o sempre para passear. Visite parques com muitos cachorros próximos e permita que ele veja toda a movimentação. Apresente seu filhote aos demais tutores e deixe que eles troquem carícias, estimule a brincadeira com outros cachorros. Apresente a ele a grama, a terra, as folhas, tudo isso o deixará fortalecido e feliz.

Você sabia de tudo isso? Comente!