Chega certa idade e alguns cachorros começam a ficar com os olhos esbranquiçados, entretanto será que isso pode ser catarata? Cachorro pode ter catarata? Vamos descobrir nesta matéria!

Mas o que é catarata?

A catarata é um tipo de opacificação do cristalino, aquela pequena estrutura ocular que funciona como lente intra-ocupar. Essa opacidade ocorre devido a uma ruptura no tecido deste local, assim as fibras se desalinham e causam a opacidade. Cães com catarata demonstrarão pequenas manchas ou apenas uma grande mancha branca e azulada. Cachorros com catarata possuem incomodo em ambientes claros e podem também perder a visão.

A causa da ruptura das fibras possui uma natureza variada, podendo ser até mesmo um sistema secundário de algum trauma ou inflamação não tratado anteriormente. Problemas sistêmicos como a diabetes, por exemplo, também podem causar a catarata. Entretanto, na maioria dos casos, a doença é hereditária mesmo e é apresentada em cães jovens, não idosos.

Leia também: Cachorro pode ter falta de ar?

catarata

Quando o cachorro já está na terceira idade o que ocorre se chama esclerose nuclear do cristalino, isso devido ao fato do avançar da idade causar um endurecimento no cristalino dos olhos do cachorro, sendo um processo natural que dá o tom acinzentado nos olhos e faz lembrar a catarata. Entretanto, neste caso a visão não é afetada e o cachorro continua conseguindo enxergar.

Vale ressaltar que a visão não é o sentido mais importante dos cães, sendo ele o olfato. Por isso, ela não é tão desenvolvida e perdê-la não é tão impactante na vida de um cachorríneo quanto perder a audição e o olfato, por exemplo. Por isso, pode ser que seu cachorro tenha catarata já a algum tempo quando começar a bater nas paredes, fazendo você perceber que algo não está normal. Esta é uma doença de formação lenta que começa com apenas algumas manchas e vai progredindo até causar a cegueira completa.

Hoje existem cirurgias capazes de eliminar o problema assim como alguns tratamentos não-cirúrgicos que podem retardar o processo. Veja mais sobre isso à seguir.

Tudo sobre a cirurgia de catarata

Nos últimos anos a oftalmologia veterinária evoluiu demais, principalmente no aspecto cirúrgico. Hoje a cirurgia de catarata é muito segura, sendo o único tratamento capaz de eliminar o problema. Nela é feita a extração do cristalino do olho, assim impedindo a formação da doença novamente já que no seu lugar é colocada uma lente intra-ocular. Este é um procedimento com 90/95% de sucesso em seus casos e devolve um alto grau de visão ao cachorro, assim lhe devolvendo a qualidade de vida.

Para cada olho é necessária uma hora de trabalho e não se faz necessária a hospitalização do cachorro. Entretanto, é importante leva-lo para a revisão da cirurgia já na manhã seguinte. No pós-cirúrgico você precisará cuidar bastante do seu amigão, utilizando colar elizabethano de duas a três semanas assim como também mantendo-o com uma vida bem tranquila. É importante que ele não se exercite excessivamente e que descanse bastante, ele também não deve tomar banho e precisa ficar fora do acesso de outros animais da casa para que ninguém toque nos seus recém-operados olhinhos.

Também serão necessários exames periódicos após o procedimento para ver se não há nenhuma complicação se apresentando. É muito importante que seja feito o acompanhamento de perto, sempre utilizando todas as medicações regularmente com antibióticos e anti-inflamatórios. Vale ressaltar que nem todo o cachorro pode passar pelo procedimento cirúrgico e por isso é preciso fazer todo um check-up para saber se o cachorro poderá ser submetido a anestesia geral.

Cachorro pode ter catarata? 2

Tratamentos caseiros

Existem alguns tratamentos alternativos que podem ser realizados em um cachorro com catarata que não podem passar pelo procedimento cirúrgico. Uma das opções mais conhecidas é o tratamento com gotas de carnosina antioxidante 2% que são prescritas por veterinário, elas devem ser aplicadas por pelo menos oito semanas e demonstram uma grande melhora quando a catarata está começando a se desenvolver.

Você também pode adicionar a dieta do seu cachorro vitaminas A, C e E já que elas ajudam a retardar a evolução da doença devido a sua grande quantidade de antioxidantes, isso além de prover uma alimentação balanceada com ingredientes naturais. Os mais indicados são cenoura, couve, brócolis e até mesmo extrato de cranberry. Também é importante que você reduza suas horas diante do sol.

Ervas como bardana, alecrim e rainha dos prados unidas a chás de celidônia e eufrásia são muito recomendados na hora de lavar os olhos do cachorro, assim retardando a evolução da doença.

Você sabia de tudo isso? Seu cachorro tem ou já teve catarata? Conte pra gente!