Canecas para Presente

Se você possui um gato em casa e adotou um cachorro, certamente a primeira dúvida que terá é se o novo integrante da casa pode comer ração de gato. Será que pode? Vamos descobrir!

Infelizmente, preciso dizer que não. É claro, se for só uma vez que outra seu cachorro não irá passar mal ou ficar intoxicado. Entretanto, a longo prazo, esta dieta compartilhada poderá fazer muito mal ao cãozinho, saiba mais a seguir e fique atento!

Necessidades nutricionais

É preciso lembrar que cada raça possui um tipo de necessidade nutricional. Gatos são animais que precisam de muita caloria, ou seja, gordura, para se manter saudável. Entretanto, os cachorros precisam de uma quantidade muito menor e compartilhar a dieta com um felino pode ser muito perigoso. Enquanto um gato precisa de 9% de gordura no seu dia-a-dia, um cachorro só pode consumir 5%, percebe que é quase a metade?

Leia também: Por que cachorros e gatos não se dão bem?

ração de gato

Quanto mais gordura, mais caloria e cães que comem ração de gato em pouco tempo tendem a sofrer de obesidade, também possuindo mal-estar recorrente no estômago seguido por vômitos e diarreias. Logo, evite sempre que um coma a ração do outro! Outra grande diferença entre as rações é a proteína.

Enquanto os cães evoluíram e possuem uma dieta onívora, os gatos são carnívoros por obrigação e por isso sua dieta precisa ser riquíssima em proteínas de origem animal para mante-los saudáveis e ativos. Porém, os cachorros possuem uma necessidade muito menor do nutriente, assim podendo causar problemas a longo prazo. Enquanto um gato precisa de 26% de proteína, um cão necessita apenas de 18%.

Risco para a saúde

Excessos nunca são positivos, logo dar ração de gato para um cachorro é um grande problema já que tudo nela é mais intenso. Cachorros que ingerem muita gordura além de ficar obeso poderá ter seu pâncreas afetado, assim afetando sua digestão e causando a terrível pancreatite. O mesmo acontece com o excesso de proteína que sobrecarrega tanto o fígado quanto os rins, assim criando uma tensão desnecessária nos órgãos e causando danos renais e hepáticos.

Problemas nos órgãos digestivos são sempre muito graves e podem não apenas necessitar de tratamento como de intervenções cirúrgicas e por fim, podem causar o óbito do seu amigão de quatro patas. Por isso, sempre haja certo. Comida de cão é de cão, de gato é de gato e isso possui rações por trás.

Como evitar que cão coma ração de gato

Se você possui os dois animais em casa deve estar se perguntando agora como impedir que o cachorro coma a comida do gato. Esta resposta é extremamente simples! Gatos pulam, não é mesmo? São capazes de alcançar grandes alturas e por isso comumente estão em cima dos seus armários, geladeira e muito mais enquanto o cachorro raramente sai do chão.

Aproveite desta facilidade anatômica dos felinos para colocar as rações em locais onde o cachorro não consegue acesso. Ou seja, coloque o pote em cima de uma mesa, na pia da sua área de serviço ou em locais que sejam higiênicos para vocês dois e que impeça que o cão tenha acesso. Assim, você fará com que aos poucos o cachorro esqueça da ração do gato e sossegue com seu próprio alimento.

Vale ressaltar que se o cão está querendo demais a ração felina, talvez ele esteja com alguma deficiência proteica. É importante que você questione seu veterinário de confiança sobre o assunto e garanta que seu cão está tendo a dieta ideal para sua raça, idade e porte.

Cachorro pode comer ração de gato? 2

Cada um no seu quadrado

Aqui focamos bastante no cachorro, afinal este é um blog sobre cães. Entretanto, vale ressaltar que o mesmo vale para a situação contrária. Caso seu gato esteja avançando na ração do cachorro, você também precisa ter cuidado pois a carência nutricional também pode causar graves problemas de saúde. Logo, é importante que você consiga dividir bem a ração de cada animal, inclusive se tiver oportunidade o ideal é servir com eles separados e cada um em um momento.

Assim, você evita brigas, desentendimentos e também que um coma a ração do outro. Lembre-se sempre que a indústria não produz alimentos com o objetivo de fazer mal para seu amigão. Por isso, se na embalagem diz que é para cachorro e também mostra a quantia ideal, siga esta quantia e evite a obesidade, a carência nutricional e diversos outros problemas sérios de saúde. Com certeza seu cão e seu gato irão agradecer muito no futuro.

Você sabia de tudo isso? Já enfrentou este problema? Comente!