Canecas para Presente

O Mastim Tibetano é um cachorro que impressiona a todos os que o veem, afinal, ele é um cachorro de raça gigante! Pensando em tudo isso hoje vamos falar mais sobre a raça, trazendo informações importante sobre o seu comportamento, saúde e personalidade. Vamos lá?

Origem do Mastim Tibetano

Sua história começa há muitos e muitos anos, afinal esta é uma das raças orientais mais antigas de todo o mundo. Seus primeiros registros remontam o tempo dos pastores nômades do Himalaia onde o Mastim Tibetano os auxiliava no campo. Ele também ajudava na proteção nos mosteiros durante este período, isso até o Tibete ser invadido pela China durante a década de 50, fazendo com que a raça praticamente desaparece.

Leia também: Chow Chow: Saiba mais sobre esta raça de cachorro

Mastim Tibetano

Porém, felizmente para a raça, muitos destes cães acabaram indo para a Índia e também para o Nepal onde voltaram a cruzar e trazer a população de mastim tibetano de volta. Em pouco tempo ela começou a ser exposta nos Estados Unidos e Inglaterra, ganhando grande popularidade. Pesquisadores afirmam que o Mastim Tibetano é o antecessor de todas as raças de cães Mastim.

Aristóteles falou sobre a raça em suas inscrições, Marco Polo também. Anos depois, no século XIX a Rainha Victória da Inglaterra ganhou um dos primeiros Mastim Tibetano de toda a Europa, isso em 1847. O impacto deste presente foi tamanho que em Berlim foi registrada a primeira ninhada de Mastim Tibetano europeu no zoológico de Berlim.

Personalidade do Mastim Tibetano

O Mastim Tibetano é um cachorro de personalidade forte e independente, porém também é conhecido por sua lealdade e proteção a família. Não costuma desenvolver muito apego, porém gosta da companhia dos familiares. Entretanto, é bastante desconfiado com estranhos e não gosta de visitantes humanos, mas se dá bem com cachorros e outros animais do mesmo tamanho. É dócil com as crianças da família, porém devido a sua grande força e tamanho é preciso tomar cuidado para que não aconteçam acidentes, assim sempre supervisionando as brincadeiras.

Precisa de sessões diárias de atividade física moderada para manter sua musculatura em dia e também para aliviar o estresse. Gosta de caminhadas rápidas a passos largos, resistindo a longas distâncias. Sua característica mais marcante é o latido, sendo ele muito adorado por seus tutores, inclusive ele costuma latir com bastante frequência devido a seu instinto de guardião. É bastante destrutivo quando sofre de ansiedade, por isso tenha sempre brinquedos e objetos aos quais ele possa destroçar quando estiver sozinho. Não é uma raça indicada para pessoas sem experiência com cães.

Cuidados e Saúde

O Mastim Tibetano precisa ser penteado pelo menos três vezes por semana, já em época de mudança de pelo é importante que as escovações sejam diárias. Falando em banho, este deve ser realizado a cada dois ou quatro meses, mais ou menos. Sobre o lar ideal, ele pode se adaptar a vida no apartamento desde que tenha uma rotina de exercícios seguida à risca. Entretanto, o ideal é tê-lo em uma grande casa com um enorme jardim para que ele possa correr e brincar. Esta é uma raça que se adapta muito bem as mais diferentes temperaturas, porém gostam mais de locais úmidos e quentes.

Devido a seu porte gigante, é importante que você disponibilize acessórios gigantes também, tendo grandes camas, comedouros e brinquedos também. Ele também precisa de muita atenção diária para se exercitar, isso além de se não ser muito fã de ficar sozinho. Quando o assunto é saúde, cães desta raça costumam ser bastante fortes e não possuem uma grande lista de doenças recorrentes. Em geral, as mais habituais são a displasia de quadril, hipotireoidismo, entropia e problemas neurológicos. Uma informação curiosa é que as fêmeas só entram no cio uma vez por ano.

Lembre-se sempre da rotina de vacinação e desparasitação, isso além de visitar o veterinário com frequência para realizar exames de rotina e garantir que tudo esteja bem. Em geral, visitas a cada seis meses são suficientes para que seu cão viva muitos anos. Falando nisso, sua expectativa de vida média é de 11 a 14 anos.

Mastim Tibetano: Saiba mais sobre esta raça de cachorro 2

Educação

Esta não é uma raça para tutores inexperientes, é preciso que seja feito um adestramento avançado e investimento em adestrador canino para garantir um bom comportamento. É muito importante que a socialização desta raça seja trabalhada com muito ênfase durante a infância, isso além de ensina-lo a não morder seus donos e também a algumas regras de educação para evitar mal criação e estresses durante a vida adulta.

O Mastim Tibetano cresce muito rápido, por isso é importante adestra-lo ainda quando filhote para evitar problemas. Depois de aprender as ordens básicas é importante reforça-las semanalmente para garantir uma aprendizagem completa. Em casos de problema de conduta é muito importante que você visite seu veterinário rapidamente para descobrir a causa e trata-la.

Você sabia de tudo isso? Comente!