Passear de carro com o cachorro é o sonho de muitos tutores. Porém, existem alguns cães que vomitam durante este passeio que era para ser inesquecível de um jeito positivo, não negativo. Logo você deve estar se perguntando: Por que meu cachorro vomita no carro? Agora vamos contar para você!

Se você possui um cachorro que só de entrar no carro já começa a tremer, ficar inquieto, treme e baba, finalizando um um terrível vômito, leia esta matéria até o final. Vamos explicar porque isso acontece e também como ajudar seu amigão a superar o trauma.

Leia também: Por que cachorro gosta de colocar a cabeça na janela do carro?

vomita no carro

Por que meu cachorro vomita no carro?

Pois bem, tudo varia de cachorro para cachorro. Muitos cães se sentem muito enjoados quando passeiam de carro devido ao movimento, da mesma forma como você quando era criança odiava viagens longas e também passava mal. É um comportamento comum devido ao movimento que o automóvel faz em relação aos objetos dentro dele que estão parados, confundindo tanto os nossos cérebros quanto o dos cachorríneos também.

Além disso, não é incomum que o cachorro acabe ficando traumatizado ao viajar de carro devido a suas experiencias anteriores. Se você só o colocou dentro de um automóvel quando ia tomar vacinas ou ser castrado, certamente ele sempre se lembrará dessas experiencias não tão legais quando for passear de carro, assim ficando traumatizado. Um cachorro traumatizado começa a babar, tem dificuldade para respirar, seu coração dispara e inevitavelmente seu estômago manda toda a ração embora devido ao estresse.

Além disso, cães são seres de rotina. Eles gostam de compreender tudo o que ocorre ao seu redor e por isso quando qualquer coisa muda, é normal que eles estranhem e rejeitem. Logo, um cachorro que não está acostumado com um carro certamente sentirá muito medo, isto porque este tipo de passeio faz muito barulho, confunde os sentidos e os faz ficar simplesmente apavorados. Agora, se você acostuma-lo desde filhote a estes passeios, eles farão parte de sua rotina e com o tempo os problemas passarão.

Como prever que o cachorro irá vomitar?

Quando um cachorro vomita no carro é inevitável que o passeio fique ruim, por isso é preciso saber prever quando ele irá chegar. Para isso, você precisa observar o comportamento do seu cachorro já que ele muda bastante quando esta enjoado. Só lembre-se sempre que caso seja necessário fazer uma parada, é preciso ter certeza de que a guia está bem presa com a coleira para evitar que o cachorro fuja ou corra em direção ao trânsito. Jamais desça com ele no colo pois as chances dele pular e disparar são muito grandes.

Sobre seu comportamento, um cachorro enjoado boceja constantemente, fica mais quieto do que o normal, treme, fica apático, respira de forma alterada, baba em excesso, não permite que encoste nele e claro, demonstra náusea. Ao sinal destes sintomas, pare o carro com calma, desça em segurança com o cachorro usando coleira e guia e com muita paciência espere que ele vomite ou se recupere. É importante ter água fresca a disposição para que ele possa se hidratar após vomitar se quiser.

Por que meu cachorro vomita no carro? 2

Como tratar cachorro que vomita no carro

Para que você consiga tratar o problema, primeiro precisa identificar a causa. Se for em função da doença do movimento, é importante que você consulte seu veterinário de confiança, descreva o que está acontecendo e peça algum medicamento que controle os enjoos e também a ansiedade. Como é bastante complicado avaliar qual é a causa exata, é importante que você preste total atenção nos detalhes para poder descrever ao veterinário, ele irá ajudar a identificar o problema.

Caso o problema esteja no trauma, é importante começar a associar os passeios a coisas positivas. O elogie durante o passeio, dê petiscos, leve-o para locais que ele gosta como parques e praças utilizando o carro e torne este um comportamento de rotina. Pelo menos uma vez por semana, leve-o para passear, abra a janela do carro e deixe ele curtir o passeio. Com o tempo as memórias ruins serão substituídas pelas boas e ele ficará tranquilão dando seu rolê de automóvel.

No caso de viagens longas, não descarte a visita ao veterinário para pedir orientações como a prescrição de alguma medicação ou floral para acalma-lo assim como também para saber de quanto em quanto tempo você precisa parar para que ele possa relaxar, esticar as pernas, comer e fazer suas necessidades. Ter um cachorro não é razão para deixar de viajar, você só precisa saber como realizar esta viagem com responsabilidade.

Você já sabia de tudo isso? Seu cachorro gosta de viajar? Comente!