O Labrador é um cachorro muito popular devido ao seu temperamento e aparência, ele é conhecido por ser muito inteligente e se adaptar a todos os tipos de família. Está pensando em ter um Labrador como fiel companheiro? Então vem comigo, vamos aprender mais sobre essa raça!

Origem

O Labrador tem sua origem na Grã Bretanha, porém sua popularização se deu na província canadense de Newfoundland, mais precisamente na cidade de Saint John. O cachorro de Saint John é provavelmente um ancestral direto do labrador que teria nascido em águas britânicas. Dizem os pesquisadores que a raça foi levada para a ilha de Newfoundland por pescadores ingleses onde se desenvolveu ajudando estes profissionais a pescar e arrastar as redes de pesca até a costa.

Labrador

Por isso hoje a raça é conhecida por ser trabalhadora, resistente e excelente em nado. Além disso, seu pelo se tornou bastante denso para que as águas gélidas do norte não os congelassem, assim como sua cauda se adaptou para servir de leme. Seria sua variedade de menor porte que deu origem a diversos retrievers. Foi em meados do século XIX que o Saint John foi exportado para a Inglaterra onde foi a base para o chamado cachorro retriever perfeito, nascendo o famoso Labrador Retriever.

Personalidade do Labrador

O Labrador Retriever é um cachorro de personalidade incomparável. Ele é muito, muito sociável, sendo o cachorro mais popular do mundo por mais de uma década! Além disso, sua estabilidade temperamental fez com que ele se tornasse o cachorro mais parceiro da humanidade, atuando como pet e cão de trabalho, terapia e assistência também. Dentre seus pontos fortes estão a lealdade, inteligência e talento para diversão.

Eles são muito fáceis de treinar e se tornam excelentes companhias desde que você tenha bastante espaço. São conhecidos por serem amigáveis como todas as pessoas e cachorros, porém precisam ser socializados quando filhotes. São bons para crianças e outros pets também. Um ponto importante é que são cheios de energia, ou seja, precisam de muito exercício para se sentirem felizes e satisfeitos. Isso não significa que ele não possa morar em apartamento, porém é necessário realizar inúmeros passeios para que ele não se torne um animal ansioso e depressivo.

Um traço marcante é sua notável habilidade de recolher, ou seja, é fácil lhe ensinar a trazer objetos até você. Ele também é muito carente, precisando de muita atenção sempre e tendo tendência a desenvolver a ansiedade por separação. Sua adolescência também é bem prolongada, o que faz com que sejam muito ativos por muito, muito tempo. O labrador também não é um cachorro que gosta de brigar, sempre evitando conflitos com outros animais.

Labrador Retriever: Saiba mais sobre esta raça de cachorro 2

Cuidados e Saúde

Como dissemos, o labrador é um cachorro que precisa de muito exercício, sendo necessário no mínimo três passeios diários para evitar que ele destrua toda sua casa. Ele também precisa de exercícios realizados em casa como treinamentos e brincadeiras para estreitar os laços devido sua grande carência e energia contida.

Muitos Labradores tendem a começar a morder tudo o que veem pela frente na tentativa de gastar sua energia, por isso é muito importante que você compre muitos brinquedos e mordedores para que ele possa mastigar e destruir. Sobre sua higiene, é importante escova-lo com bastante frequência em função de sua grande perda de pelos, além disso o banho deve ser dado uma vez por mês para prevenir parasitas e também para manter seu pelo sedoso e limpo.

Sobre sua saúde, se mantido em boa forma física é capaz de viver muitos anos, possuindo uma saúde relativamente forte. Infelizmente existe uma série de doenças causadas pela endogamia realizada no início de sua formação genética e a maioria delas aparece na velhice. Um exemplo constante é a triste displasia de anca. Ele também é muito propenso a sofrer de obesidade por ser muito guloso, logo se não realiza uma boa quantidade de exercícios não é incomum que se torne obeso e também que desenvolva problemas musculares e articulares.

É preciso também ter os cuidados habituais como consultas veterinárias a cada seis meses, realização de vacinas conforme o calendário e também programas de desparasitação tanto internos quanto externos sendo feitos com certa frequência. Um acompanhamento assíduo do veterinário é capaz de prevenir uma série de doenças, até mesmo as genéticas, então fique atento! A prevenção é o melhor tipo de remédio, afinal ela permite que o cachorro não sofra com as doenças as impedindo de aparecer, não é mesmo?

Você sabia de todas essas informações? Possui um labrador em casa? Comente!