Já falamos muito aqui no Cachorro Amigo sobre o fato do cachorro ter sentimentos e ser capaz de sentir ciumes, felicidade, amor, tristeza e muito mais… Porém, você já parou para pensar em quais são as emoções que o cachorro sente? É o que hoje iremos descobrir!

Há mais de 25 anos os neurocientistas estudam sobre as emoções caninas e segundo estes estudos, os cães são plenamente capaz de ter emoções tão complexas quanto nós, seres humanos. Nada que nós já não sabíamos, não é mesmo? Hehe,

As emoções caninas

Nos últimos anos a ciência tem evoluído muito quando o assunto é vida animal, compreendendo muito melhor suas estruturas corporais como o cérebro, hormônios, mudanças químicas e muito, muito mais. Só para você ter uma breve ideia, foi descoberto que os cachorros também possuem o hormônio ocitocina, o mesmo hormônio que possuímos quando estamos apaixonados ou sentindo profundo afeto por outra pessoa.

Segundo pesquisadores, as emoções básicas que sentimos são idênticas a de outros mamíferos e esses sentimentos são processados em profundas áreas do cérebro, entretanto por mais que os parâmetros sejam semelhantes, já foi comprovado que os sentimentos dos animais são muito mais puros do que os nossos.

Leia também: Cachorro é capaz de sentir ciúmes?

emoções

Isso porque as emoções de outros mamíferos, e os cães se incluem é claro, não são conectadas a pensamentos complexos. Isso significa dizer que os animais não questionam seus próprios sentimentos ou tentam esconder suas emoções, também não relacionam o sentimento a mentira ou evitam senti-los de forma intensa. Eles apenas sentem, sem interferência de um pensamento complexo.

Quais são essas emoções?

Certo, agora que compreendemos que os cachorros – como todo mamífero – possuem sentimentos complexos, que tal aprender sobre cada um deles? Vamos lá!

Amor e alegria

Se você já conviveu com um cachorro, com certeza pode perceber todo seu amor e alegria quando está na companhia de seus companheiros humanos. Afinal, o doce olhar acompanhado de rabinho abanando já diz tudo, não é mesmo? Se você construir uma sólida e bela amizade com seu pet, com certeza irá receber muito amor de volta. A apreciação dele é única, é impossível não se sentir querido e amado ao sentir lambidas e pedidos de carinho, não é mesmo? Isso é puro amor!

E todo esse amor acaba se tornando um grande misto de alegria, um cachorro que vive em um ambiente feliz sente as mais profundas emoções e demonstra isso ao pular, correr, abanar o rabinho, chorar de alegria quando vê você, se mexer para pedir carinho e tudo. Já dizia Charles Darwin: “Sob a expetativa de qualquer grande prazer, os cães saltam de uma forma extravagante e latem de alegria.”

Dor emocional

A dor emocional dos cães é diferente da nossa, eles sentem uma profunda sensação de perda e tristeza. Isso acontece quando algum membro de sua matilha – família – vai embora ou falece. Você não verá um cachorro chorar por essa dor emocional, porém perceberá que ele perderá o apetite, irá dormir muito ou pouco, não brincará ou demonstrará alegria.

Esse quadro também o levará a sentir medo, indiferença e depressão. Esse processo pode levar semanas ou meses, neste momento você precisa ajuda-lo a enfrentar a dor através de atividades que ele goste, petiscos e momentos únicos com você. Peça sempre ajuda a seu veterinário de confiança nesses casos.

Quais são as emoções que o cachorro sente? 2

Ciúmes

Já aprendemos aqui no Cachorro Amigo que cachorros são capazes de sentir ciúmes. Cães são animais totalmente territoriais e isso atinge também os níveis da emoção. Logo, eles sempre procurarão ter sua total atenção e quando isso não acontece, o ciúmes é inevitável. Por isso, é normal que quando um novo membro chegar a família seu cachorro pareça requisitar mais sua atenção, tenda a latir quando você se aproxima do novo membro e até acabe ficando ansioso e depressivo. Nesses casos, fique atento para evitar a dor emocional que vimos acima.

Vergonha

Sim! Seu cachorro sente vergonha da mesma forma que você. Sempre que algo ocorrer de errado como quando ele faz xixi fora do lugar, quebra alguma coisa ou devora algo que não deveria, é normal que ele se sinta mal, culpado e claro, com vergonha. Isso ocorre quando ele baixa a cauda entre as patinhas, baixa a cabeça e vai para seu local seguro – como sua cama por exemplo.

Estes são comportamentos que os tutores com certeza já estão familiarizados e sim, isso é vergonha. Tudo isso acontece porque o cachorro sabe o que fez e já antecipa sua reação de repreensão, assim se sentindo mal pela sua ação e agindo de forma envergonhada. Vale ressaltar que se você não o repreender neste momento por sentir pena, ele com o tempo irá esquecer o que fez de errado e o mau comportamento continuará.

Medo

Por fim, medo. Infelizmente, os cachorros também sentem medos e fobias, sendo muito sensíveis a traumas e fortes emoções. Não é difícil perceber seu cachorro com medo de outros animais, de tempestades ou de fogos de artifício. Neste momento eles buscam por proteção, seu coração fica acelerado e eles precisam de toda a atenção e carinho para superar isso.

Você sabia de tudo isso? Comente!