Canecas para Presente

Cachorros tem comportamentos adoráveis que nos fazem ficar encantados quando acontecem. Dentre eles está coçar a orelha com a patinha de trás, se sacudir todinho quando está molhado, levantar as orelhas quando ouve algum barulho… Você sabe bem do que estou falando… hehe.

Entretanto, existem manias que fogem do comum e que preocupam os tutores, dentre elas está o cachorro arranhar a parede. Este comportamento preocupa porque, além de destruir seu imóvel, também é um hábito que faz muito mal ao cachorríneo. Vamos descobrir o porquê deste comportamento?

Razões para cachorro que arranha a parede

Infelizmente, sabe-se que não há um único culpado para o desenvolvimento deste comportamento. Ele pode ocorrer devido a uma grande série de fatores que vão de comportamento até estado de saúde. Dentre as razões mais comuns estão a ansiedade por separação, o tédio e nervosismo, alterações neurológicas, deficiências nutricionais e até mesmo a troca da dentição.

Ou seja, pode tanto ser um problema leve de comportamento quanto algo grave que precisa de tratamento e grande investigação. Por isso, se seu cachorro possui este hábito, é muito importante que você o leve ao veterinário e busque pela causa do problema o mais depressa possível.

Leia também: Como tratar a ansiedade de separação em cachorros?

arranha a parede

Os riscos de arranhar a parede

Cavar é algo normal para os cachorros, eles adoram encher seu jardim de buracos porque geneticamente esta é a lembrança que eles possuem dos seus ancestrais que escondiam objetos preciosos e também descobriam grandes tesouros em seus buracos. Entretanto, cavar a terra do quintal ou a cama antes de dormir são hábitos seguros em estruturas macias e confortáveis que não farão nenhum mal ao cachorro. Entretanto, paredes e portas são estruturas muito mais resistentes.

As unhas e as almofadinhas – coxins – são estruturas muito sensíveis que não foram feitas para cavar estruturas sólidas. Logo, a chance do seu cachorro se machucar arranhando a parede é muito grande. Por isso, se você possui um doguinho que tem este comportamento, é preciso cuidar muito bem de suas unhas deixando-as aparadas constantemente. Além disso, esteja sempre de olho nos coxins para ver senão estão machucados e consulte seu veterinário o mais rápido possível para desvendar a causa do problema.

O que fazer para cachorro não arranhar a parede?

O primeiro passo é sempre procurar seu veterinário de confiança e contar o que está acontecendo para que juntos vocês descubram a causa e possam trata-la. Entretanto, você pode antes de leva-lo a consulta começar sua própria investigação ao responder algumas perguntas. Veja a seguir:

– O cachorro sempre arranhou as paredes ou esta é uma mania nova?

– Você mudou a alimentação do seu cachorro?

– Quais são os momentos do dia em que ele faz isso?

Se seu cachorro só arranha a parede quando está sozinho, existe uma grande chance de ser ansiedade por separação e neste caso você já sabe o que fazer. É preciso entretê-lo e tira-lo do tédio com muitos brinquedos e diversão enquanto você está fora. Também é importante não deixa-lo sozinho por longos períodos e caminhar com ele diariamente para que possa gastar a energia na rua antes mesmo de ficar sozinho em casa.

Se você alterou as refeições do seu cachorro recentemente, este pode ser um problema nutricional e para descobrir seu veterinário precisará realizar alguns exames e alterações nesta nova dieta para resolver a questão. Se for um hábito novo e recente, saiba identificar o que mudou na rotina do seu cão que o motivasse a arranhar a parede.

Por que meu cachorro arranha a parede? 2

Como evitar que cachorro arranhe as paredes

Caso você descubra que este é um problema comportamental, existem medidas que você pode tomar para evitar que seu cachorro arranhe as paredes e o primeiro passo é garantir um estilo saudável de vida para ele. Ou seja, o adestre desde filhote para que ele saiba respeitar as regras da casa e também para que exercite o cérebro e o mantenha sempre ativo.

Além disso, é importante acostumar o filhote a ficar sozinho em alguns momentos do dia desde que ele chega na casa, assim sofrerá menos quando você estiver longe. Compre muitos brinquedos e enriqueça sua casa com espaços onde seu cachorro poderá curtir muito. Também é de suma importância praticar exercícios com seu cachorro para que ele gaste toda sua energia e não fique agitado.

É importante também estar constantemente fortalecendo seu vínculo com o cachorro através de brincadeiras e momentos juntos para que ele se sinta feliz, amado e em segurança com você. Não esqueça de fornecer sempre uma alimentação completa e balanceada através das rações super premium aliadas a frutas, verduras e legumes que são permitidos para os cães. Também leve-o ao veterinário regularmente para fazer check-ups, não esqueça das vacinas nem do calendário de desparasitação.

Você sabia de tudo isso? Comente!