Muitas pessoas hoje optam por dietas vegetarianas ou ainda por um estilo de vida vegano. Entretanto, será que essas pessoas podem seguir a mesma dieta com seus cachorros? Cachorro pode seguir dieta vegetariana? Vamos descobrir!

Pois bem, primeiro é preciso entender que cachorros são seres carnívoros facultativos, não são onívoros por natureza. Ou seja, sua dieta precisa estar baseada em proteína animal mesmo que sejam dados alguns legumes, frutas e verduras. Existem duas evidências anatômicas para o que estou dizendo.

1. Dentição

Os dentes dos cachorros – assim como dos demais carnívoros, possui incisivos pequenos em comparação os demais dentes, já os caninos são grandes e servem para cortar e desgrudar. Os pré molares e molares são reduzidos e ficam em linha, tendo uma crista extremamente afiada. Já os onívoros possuem dentes incisivos de tamanho semelhante aos demais, molares e pré molares planos para triturar e moer alimento e caninos não tão grandes.

2. Tamanho do intestino

O tamanho do intestino dos onívoros é grande e com diferentes especializações para processar grande variedade de alimentos. Seu longo caminho possibilita o processamento e absorção de nutrientes vindos tanto de animais quanto vegetais. Já os carnívoros possuem intestino curto que serve para processar a proteína animal.

Leia também: Quais são os sintomas de alergia alimentar em cachorros?

dieta vegetariana

Para você ter ideia, quando selvagens os cachorros não se alimentavam apenas da carne como também dos ossos, órgãos internos e intestinos – que possuíam o material vegetal consumido pela presa já processado. Por isso, não alimente seu cão apenas com carne de músculo.

Certo… Mas cachorro pode ter dieta vegetariana ou vegana?

Pode, mas com muito cuidado. Se você deseja aderir este tipo de dieta para seu amigão, o primeiro passo é consultar seu veterinário de confiança. Esta será uma adaptação progressiva que precisará de vigilância constante para que não haja nenhum problema de saúde causado pela ausência de proteína animal.

Você precisará pouco a pouco substituir a ração tradicional pela vegetariana ou vegana, elas existem à disposição em lojas específicas para pets e pode ser um pouco difícil de acha-la dependendo da região. Entretanto, ela existe.

É muito importante que você tenha cuidado na hora da escolha pois essas rações precisam cobrir 100% das necessidades nutricionais do seu cachorro e precisa ainda estar de acordo com a idade, atividade física e também estado de saúde do seu amigo peludo. Por isso, caso seu cachorro sofra de alguma doença, esteja atento – o mais indicado na verdade é que você não mude a deita dele.

Assim que seu cachorro aceitar totalmente a nova dieta, você pode passar para a próxima etapa que seria a alimentação orgânica baseada em produtos frescos e cozidos por você mesmo. Veja alguns exemplos de alimentos ricos em proteínas que são ótimos para o consumo do cachorro nesta etapa:

Verduras

Cenoura;
Mandioca (sempre cozida)
Aipo;
Abóbora;
Pepino;
Abobrinha;
Espinafre;
Pimentão;
Alface;
Alcachofra;
Couve-flor;

Frutas:

Maça;
Morango;
Pera;
Melão;
Frutas cítricas;
Ameixa;
Granada;
Coco;
Pêssego;
Melancia;
Cereja;
Mamão;
Caqui;
Damasco;
Manga;
Kiwi;
Nectarina;
Figo;
Nespera;
Annona cherimola.

Cachorro pode seguir dieta vegetariana? 2

Alguns suplementos

Iogurte natural (sem açúcar);
Kéfir;
Algas marinhas;
Garra do diabo;
Produtos apícolas;
Vinagre de maça;
Fermento biológico;
Aceites vegetais;
Salsa;
Orégano;
Cardo-marinho;
Aloe vera;
Gengibre;
Cominho;
Tomilho;
Alecrim;
Equinacéa;
Dente de leão;
Manjericão.
Batata (sempre cozida);
Feijão verde;
Acelga;
Repolho;
Batata-doce (sempre cozida).

Mas é seguro?

Estudos recentes apontam que o sistema digestivo do cachorro tem se adaptado constantemente para dietas ricas em carboidratos, o que contradiz os demais estudos que falam que dietas ricas em vegetais prejudicam o pâncreas – órgão responsável pela produção de enzimas que digerem a proteína animal

As dietas vegetarianas tem sido utilizadas pelos veterinários quando existem algumas doenças específicas e são aplicadas apenas por tempo limitado e de forma supervisionada. Existem estudiosos que afirmam que dietas baseadas em soja podem aumentar a probabilidade de doenças de
pele em cachorros.

Porém, um estudo realizado na Universidade de Viena aplicou uma dieta vegana caseira e comercial em 174 cachorros por seis meses e nenhum deles apresentou problemas de saúde e obtiveram até melhora em problemas dermatológicos. Já a Universidade Brown também fez um estudo e demonstrou que dietas balanceadas sem carne poderiam manter valores hematológicos normais em cães que praticam exercícios regularmente.

É como o ovo, faz bem ou mal? Cada estudo revela um aspecto diferente e por isso não é totalmente seguro dizer que é ou não é saudável para o seu amigão. O ideal é você conversar com seu veterinário de confiança e tirar todas as dúvidas antes de tomar esta importante decisão.

Você sabia de tudo isso? Comente!