Canecas para Presente

Você percebeu que a barriguinha do seu cachorro tem um pequeno caroço e está preocupado? Saiba que isso pode ser uma hérnia umbilical! Conheça todas as informações sobre este problema agora mesmo!

A hérnia umbilical é uma saída de conteúdo interno – como gordura, parte do intestino ou até mesmo algum órgão como fígado o baço – que fica para fora da cavidade onde deveria estar. Esta saída em geral ocorre após uma lesão um fraqueza na parede onde estava a abertura como no caso do umbigo. Essas hérnias podem surgir em qualquer lugar, desde o diafragma até a virilha. Em geral são congênitas, ou seja, um tipo de defeito de nascença, embora também pode surgir devido a algum trauma como mordidas ou quedas. Neste caso ela é chamada de hérnia adquirida.

Leia também: Cachorro possui umbigo como nós?

O que é hérnia umbilical em cachorros? 3

Seus tamanhos são variados assim como sua textura que pode ser dura ou macia ao pressionar. Elas podem ser ou não ser redutíveis e ficam presas para fora, protegidas apenas por uma camada de pelos. Quando ocorre o corte do suprimento de sangue para a hérnia, ela fica estrangulada e isso pode acarretar em consequências leve sou graves. Por isso é muito importante que você leve seu cachorro ao veterinário no primeiro sinal de hérnia. Apenas ele poderá examinar e dizer se é necessário cirurgia ou se basta aguardar que elas se reduzam sozinhas.

Causas

Quando ocorre no umbigo, em geral o culpado é o cordão umbilical. Após cair, o espaço que era ocupado por ele dentro do corpinho canino se fecha e quando isso não ocorre por completo, a hérnia pode surgir contendo gordura, tecido ou um pedaço de algum órgão. As vezes as hérnias são bem pequeninas e ao crescer são corrigidas sem intervenção. Entretanto, se ela for muito grande, pode comprometer a saúde do cachorríneo e será necessária intervenção cirúrgica.

Ou seja, se você ver qualquer tamanho de caroço no seu doguinho, leve-o ao veterinário rapidamente para buscar o diagnóstico correto e decidir qual será o tratamento esperado. Também é preciso fazer uma revisão completa se você começar a perceber hérnias em diversos lugares. Outra informação importante é que animais com hérnia umbilical não devem reproduzir, isso porque uma cadela com hérnia umbilical se engravidar e esta hérnia for muito grande, podem haver complicações sérias.

Sintomas

O único sintoma é visual, a hérnia umbilical logo aparece, dando para vê-la nos primeiros meses de vida. Entretanto, ela pode ocorrer mais tarde através de alguma lesão que se corrompa na área e faça com que o interior extravase e isso pode ocorrer em qualquer idade. Independente da ausência de sintomas, é muito importante tratar a hérnia para evitar danos e complicações no futuro, então esteja sempre atento.

O que é hérnia umbilical em cachorros? 4

Como tratar a hérnia umbilical?

Isso quem irá dizer é seu veterinário. Evite as técnicas e remédios caseiros que você lê pela internet pois você piorar muito a situação ao invés de melhora-la. Fique atento e não haja de forma irresponsável, a vida do seu cachorro depende apenas de você.

Tratamento de hérnia umbilical pequena que não compromete os órgãos

No caso deste tipo de hérnia, caso o cachorro seja filhote o veterinário irá indicar que você aguarde até o 6º mês de vida para ver se ela irá diminuir. Do contrário, você pode operar ou apenas deixar como está fazendo revisões periódicas para evitar o estrangulamento da mesma. Em geral, o mais comum é que elas possuam apenas gordura.

Hérnia grande, não grave e filhote com mais de 6 meses

Neste caso não é necessária cirurgia, porém também é preciso examinar periodicamente. Caso você á fazer o procedimento de castração, pode aproveitar a cicurgia para pedir que o veterinário retire a hérnia.

Hérnia grande que compromete a saúde do cão

Neste caso a cirurgia é obrigatória, o veterinário irá abrir a barriguinha do cachorro e introduzir o material protuberante para o seu lugar e depois suturar a parede para que ele não volte a sair novamente. Esta é uma operação complexa apenas se tiver algum órgão envolvido e principalmente se a hérnia estiver em processo de estrangulamento. Isso poderá causar necrose e apresentar sérios riscos a vida do cãozinho.

Importante

Caso você perceba que seu cachorro possui algum carocinho, não hesite em leva-lo ao veterinário com pressa. É muito importante ter um diagnóstico preciso para saber como prosseguir. A saúde do seu cachorro depende apenas de você, por isso é sua responsabilidade cuidar e tratar dele quando este tipo de coisa acontece, então esteja sempre atento ao corpinho do seu cachorro e faça consultas veterinárias regulares para garantir que tudo esteja sempre bem.

Você conhecia a hérnia umbilical? Comente!