Canecas para Presente

Se você foi ao veterinário e ele te receitou omeprazol, porém você está com dúvidas a respeito da administração deste remédio em cães, fique tranquilo pois vamos esclarecer todas as dúvidas! Vamos lá?

Como sabemos, omeprazol é um remédio antiácido muito utilizado em seres humanos, porém será que o mesmo serve para cachorros? A resposta é sim, se seu veterinário receitou é porque com certeza ele pode ser dado ao seu cachorro sem problemas desde que siga as doses diárias receitadas por ele.

O perigo de utilizar Omeprazol sem receita

Este é um medicamento comum que todos temos em nosso armário de remédios, entretanto você jamais deve medicar seu cachorro sem a orientação profissional. Isso porque realizar a medicação por conta própria pode expor seu cachorro a grandes riscos, neste caso em específico um envenenamento grave é relativamente raro, porém medicar sem saber qual é o verdadeiro problema pode atrasar o diagnóstico de uma doença séria, assim mascarando os sintomas sem descobrir a real razão.

Leia também: O que causa as manchas de lágrimas nos cachorros?

Posso dar Omeprazol para cachorro? 3

Além disso, utilizar omeprazol toda hora de forma indiscriminada e sem seguir a orientação de um profissional pode causar problemas digestivos graves além de ter consequências em outros órgãos caninos. Lembre-se que se omeprazol pode fazer mal para o seu fígado ao longo dos anos, para cachorros este período é muito, muito menor devido a seu tamanho e fragilidade. Então, haja com cautela.

Para que serve este remédio?

O omeprazol atua no sistema digestivo ao reduzir a produção de ácido, falando tecnicamente ele bloqueia a bomba de prótons que impede a formação de ácido clorídrico. Através deste efeito ele consegue controlar a quantidade de ácido formada no estômago. Excesso de ácido causa úlceras gástricas em cachorros assim como lesões na mucosa gástrica tanto de maior quanto de menor profundidade.

Como dar a medicação?

Como o veterinário indicar! É comum que omeprazol seja receitado como parte do tratamento ou ainda para prevenção, ou seja, será receitado principalmente em caso de gastrite. A gastrite é um tipo de irritação que ocorre no estômago e causa vômitos intensos e letargia. Através do uso da medicação espera-se que o estômago seja protegido enquanto se recupera. O remédio também pode ser prescrito em caso de diarreia ou ainda de enterite infecciosa aguda.

Sobre prevenção, o omeprazol é utilizado quando o cachorro precisa tomar medicamentos como corticoides por períodos muito longos, por exemplo. Este tipo de medicamento causa efeitos colaterais como úlceras e por isso tomar omeprazol ajuda na prevenção. Cães com doença hepática, insuficiência renal, problemas de estresse ou gastrite crônica também podem tomar o medicamento de forma preventiva.

Posso dar Omeprazol para cachorro? 4

Efeitos colaterais

Toda medicação possui efeitos colaterais e não seria diferente com esta, entretanto é raro que algum se manifeste. Se você utiliza-lo da forma correta conforme indicada pelo veterinário, certamente não terá problemas já que é um remédio bastante seguro. Entretanto, existem cachorros que podem sentir hipersensibilidade aos seus compostos e por isso você precisa ficar de olho em qualquer alteração e caso ela ocorra, é necessário suspender o uso.

Quando aparecem, os efeitos colaterais mais comuns são diarreia, náusea, gases ou vômito. Além disso, uma overdose com o remédio é muito raro de se desenvolver, basta você realizar o tratamento conforme o profissional indicou e dará tudo certo.

Ranitidina = Omeprazol?

A ranitidina é uma medicação que atua de forma semelhante ao omeprazol ao interferir na produção de ácido no estômago. Até então a ranitidina tem manifestado um efeito um pouco mais fraco do que seu parceiro, entretanto se seu veterinário de confiança receita-la, siga a instrução e não faça a troca porque os remédios não são idênticos.

Importante

Este é um artigo informativo que visa apenas instruir o tutor, entretanto não temos o poder de receitar nenhum tipo de remédio e por isso tenha responsabilidade. Vá ao veterinário e faça todas as suas perguntas, analise as situações sempre com auxilio de um profissional habilitado para evitar acidentes.

Você sabia de tudo isso? Comente!