Canecas para Presente

Fazer o bem sem olhar a quem é o lema de vida de muitas pessoas, entretanto será que cachorros também podem fazer o mesmo? Cachorro pode doar sangue? Vamos descobrir agora!

Sim! Cachorro pode sim doar sangue, existem inúmeros locais no país que possuem bancos de sangue animais para quando há cirurgias ou acidentes que precisem de transfusão imediata, então seu cãozinho pode sim salvar vidas. Além disso, existem inúmeros benefícios para esta doação.

Leia também: Curiosidades incríveis sobre as patinhas do seu cachorro!

Cachorro pode doar sangue? 3

Ao se propor para doar sangue, seu cachorro precisará fazer uma bateria de exames e são todos gratuitos. É feito um hemograma completo para detectar anemia ou infecções assintomáticas, teste de função renal para detecção de Leshmaniose, Dirofilariose (verme do coração) Erlichia canis e Lyme (doenças transmitidas por carrapato) além de Brucelose. Todos esses exames são gratuitos e isso é ótimo para você ter ideia de como está a saúde do seu amigão.

Depois da doação, antes do sangue ser utilizado é necessário fazer um teste de compatibilidade porque os cachorros tem diferentes tipos sanguíneos que variam entre raças. Além disso, hoje a tecnologia é capaz de transformar uma bolsa de sangue em outras três, uma com hemácias concentradas, outra com plaquetas concentradas e por último, uma com plasma. Ou seja, uma doação de sangue de cachorro pode ajudar até outros quatro.

Como meu cachorro doar sangue?

Primeiro você precisa procurar na sua região locais que façam a coleta. Em geral centros universitários e hospitais veterinários fazem este serviço. Seu cachorro também precisa ser muito dócil já que a coleta é feita pela veia jugular. Felizmente, não há nenhum efeito colateral e após três meses seu cãozinho já pode doar novamente. Ainda são necessários alguns requisitos para a doação, veja a seguir:

  • Idade entre 1 e 8 anos
  • Peso mínimo de 20kg
  • Temperamento dócil
  • Sem nenhuma doença pré-existente, transfusão prévia ou cirurgias nos 30 dias anteriores à doação
  • Não fazer uso de medicação contínua
  • Vacinação e vermifugação atualizadas
  • Controle de pulgas e carrapatos
  • Não estar no cio ou ter saído há um mês

Cachorro pode doar sangue? 4

Infelizmente no Brasil as doações de sangue caninas são muito raras, isto porque em geral o tutor fica com pena pois acredita que tal ato machuca o cachorro. Porém, isto não é verdade já que os veterinários possuem todo o cuidado para fazer a coleta de forma rápida e indolor.

Muitos cachorros são atropelados todos os dias e essas bolsas de sangue são essenciais para que consigam sobreviver após perder tanto sangue. Por isso, caso você possua um cachorro que se encaixe nos requisitos e viva em uma cidade que possua coleta, faça a doação! Chame seus amigos para participar, realize uma campanha local e ajude a salvar inúmeras vidas com um gesto extremamente fácil e tranquilo.

Curiosidade interessante

Os tipos sanguíneos dos cachorros são diferentes dos nossos, eles possuem seis tipos principais que compõe o Sistema DEA (Dog Eritrocyte Antigen – Antígeno Eritrocitário Canino). São eles DEA 1 (que varia entre DEA 1.1 e DEA 1.2), DEA 3, DEA 4, DEA 5 E DEA 7.

Dos grupos o DEA 1.1 e DEA 4 são os mais comuns, já os grupos DEA 6 e DEA 8 foram reconhecidos porém devido a inexistência de antissoros, esses antígenos não são estudados. Para você ter uma ideia melhor, é dito pela ciência que os tipos sanguíneos dos cachorros são muito mais complexos do que os nossos, inclusive em um único cachorrinho é possível encontrar mais de um tipo. O DEA 4 é o doador universal, porém até hoje ainda não foi descoberto um receptor universal.

Doe sangue, salve vidas. Tanto você quanto seu cachorro, vamos todos pensar no outro e fazer o bem sem olhar a quem. Que tal esta meta para 2020?