Canecas para Presente

Como bem sabemos, na vida canina existe uma hierarquia que precisa ser seguida e já no nascimento alguns cães desenvolvem o espírito de liderança enquanto outros não. Entretanto, será que eu consigo descobrir se meu cachorro é dominante ou submisso?

Sim! É possível descobrir se seu cachorro é dominante ou submisso simplesmente porque eles demonstram traços típicos que são facilmente identificados com um pouco de observação. A parte mais complicada é descobrir se há um grau exagerado de dominância ou de submissão, sendo que ambos os casos podem trazer problemas no seu dia-a-dia.

É comum que ao observarmos poucos comportamentos já achemos que nosso cão é o alfa, entretanto é preciso de um maior nível de observação. Isso porque assim como os relacionamentos entre os seres humanos, os relacionamentos caninos também possuem profundidades diferentes.

Leia também: Você sabe por que o cachorro arrepia o pelo?

dominante ou submisso

Caso você tenha inúmeros cachorros em casa, certamente já sabe ou tem uma ideia de quem é o alfa e na sequência, enquanto o segundo cachorro é submisso ao primeiro, ele pode ser dominante ao terceiro e assim se cria uma escada hierárquica de dominação e submissão. Caso contrário, não haveria paz nas casas já que a briga por território seria constante.

Dominante ou submisso?

Certo, mas como descubro se meu cachorro é dominante ou submisso? Simples, o observe durante o dia-a-dia seguindo nossas informações e dicas à seguir:

Dominante

Cachorros dominantes evidenciam esta sua característica já na sua postura corporal, estando sempre interessando em se manter a frente dos demais animais. Eles também eriçam o pelo e tem um olhar penetrante acompanhado pela cauda erguida que, muitas vezes, é curvada por cima do dorso. Outro sinal comum de dominância ocorre quando o cachorro tenta subir em cima do outro e colocar sua cabeça sobre o dorso do animal, assim mostrando quem manda no local.

Submisso

Como já era de se imaginar, o comportamento de um cão submisso é o inverso do cão dominante. Ele tenta sempre se mostrar menos imponente e alertar a todos que ele não é uma ameaça. Ele também costuma manter as orelhas baixas e evitar contato visual, inclusive ele chega a se deitar quando está diante de outro cachorro que tenha o poder dominante. Neste momento, ele deixa sua barriga exposta e vulnerável como quem diz: “você pode me matar se quiser pois eu não vou fazer nada”.

A importância da hierarquia para os cachorros

Seus ancestrais, os lobos, viviam em matilhas e iam migrando pelos territórios em busca de comida e abrigo. Entretanto, se todos ‘desse opinião’ sobre para onde ir, o que comer e o que fazer, seria uma bagunça e acabaria cada lobo por si. Por isso, desde o princípio da evolução, os lobos se portam em hierarquia. Existe um alfa em cada grupo que toma as decisões, protege o grupo e age como um verdadeiro pai para todos os membros da alcateia.

Como descobrir se seu cachorro é dominante ou submisso 2

O mesmo ocorreu quando os cachorros surgiram já que são ancestrais diretos dos lobos. Eram formadas matilhas onde apenas um cachorro mandava e tomava as decisões. Ele assumia seu papel de forma nata, sendo que tudo em si era mais forte e poderoso. Desde o cheiro de sua urina até seu porte e forma de caminhar.

Na hora de comer, o alfa comia primeiro. Na fila para caminhadas, quem sempre deve ir na frente liderando é o alfa e como dissemos acima, existe ainda uma hierarquia abaixo do alfa. Existem cães que são submissos apenas ao alfa enquanto outros são submissos a todos os demais e cada um possui um papel importante na matilha. Juntos, os cães sabiam que eram mais fortes contra predadores e quanto maiores as matilhas, melhor era.

Hoje o cachorro é domesticado, entretanto o instinto de coletivo ainda existe e ao ir ao parquinho, imediatamente uma hierarquia se define dentre os cães que ali estão para que juntos possam formar uma matilha se houver necessidade. Incrível, não é mesmo?

Conseguiu identificar se seu cachorro é dominante ou submisso? Comente!