Canecas para Presente

Infelizmente muitas pessoas possuem preconceito com os famosos SRD, sem raça definida. Mal sabem elas o quanto eles são maravilhosos, encantadores e cheios de amor para dar. Pensando nisso hoje trouxemos 7 curiosidades e fatos sensacionais sobre estes cãezinhos e no final, você já estará ligando para a ONG pronto para adotar. Vamos lá?

1. Quem são os cães SRD?

Muitas pessoas veem cães de porte médio e pelo curto e já os classificam como sem raça definida, entretanto existem muitos outros tipos de cães que também são considerados ‘vira-latas’. Cachorros mestiços, por exemplo, ou ainda cães semelhantes a raças porém sem certificação são todos sem raça definida. Apenas cães com pedigree, ou seja, com o documento comprovando sua linhagem completa, o cão é considerado de raça. No pedigree é informada a origem dos pais, dos avós, bisavós e assim sucessivamente.

2. Adaptação incrível

Você sabia que cães sem raça definida são muito mais adaptáveis do que cães de raça? Segundo pesquisadores, isso acontece devido às dificuldades que os cães sem raça passam em abrigos e até mesmo na rua. Assim, ao longo dos anos as gerações de vira-latas foram aprendendo a ser versáteis e se adaptar a qualquer situação sempre que as coisas mudam. Porque afinal, é muito melhor para eles – infelizmente – não se acostumar com carinho e atenção o tempo todo. Isso faz com que um cão SRD se adapte facilmente aos seus 7 gatos, ao seu bebê ou ainda a viver em um apartamento do tipo caixinha de fósforos.

Leia mais: Quanto tempo vive um cachorro vira-lata?

sem raça definida

3. Cães sem raça definida são mais resistentes

Você sabia que cães sem raça definida tendem a ter uma maior resistência do que os que possuem raça? Apesar de ainda não haver uma comprovação científica precisa, sabe-se que os cães sem raça em geral tem menos problemas de saúde. Teóricos dizem que isso acontece devido a genética. Por exemplo, cães golden retriever possuem a tendência genética a desenvolver displasia coxofemoral e isso acontece devido as cruzas sempre com cães iguais, tendo descendentes iguais que podem herdar o gene que desenvolve a doença. No caso dos cães SRD, não existe essa precisão pois eles provém de cruzas de inúmeros cachorros, o que torna os genes deles mais fortes e completos graças a seleção natural.

4. É muito difícil mapear os descendentes de um vira-lata

Ao olhar para um filhotinho SRD é comum que as pessoas comecem a chutar sua linhagem. “Ah, tenho certeza que a Pérola é filha de linguicinha com poodle e que provavelmente houve um labrador em algum ponto de sua história”. Será? Acontece que a chance de você errar os palpites é imensa!

O Projeto Darwin’s Dog fez um estudo onde mostraram fotos de 31 cães sem raça definida para 10 mil pessoas que deveriam dizer as três principais raças que fariam parte do código genético de cada cão. Na média final, cada participante acertou apenas em 25% dos casos. Além disso, o estudo comprovou que cada um daqueles cães poderia ter até 19 raças em seu DNA! Sensacional, né não?

7 curiosidades sobre cães sem raça definida 2

5. Menor quantidade de problemas hereditários

Devido a seleção natural – os mais fortes sobrevivem – é comum que cães sem raça herdem apenas os genes mais fortes de seus pais, por isso a quantidade de doenças genéticas é muuito menor. Diversos estudos afirmam que doenças comuns em cães de raça como catarata e atropia são muito menos frequentes em cães sem raça.

6. Imprevisibilidade adorável

Seu cão SRD sempre será único tanto em temperamento quanto em aparência física, isso porque eles são simplesmente imprevisíveis. Não há como saber se seu cachorro será curioso ou preguiçoso, engraçado ou teimoso, enfim. É uma loteria incrivelmente divertida.

7. Os brasileiros amam os cães sem raça definida!

É isso mesmo, nem mesmo o shih-tzu ou o pug conseguiram tirar o posto dos cãezinhos sem raça. Segundo pesquisas realizadas pelo Qualibest 2017, os SRD são os cães mais queridos pelos brasileiros, estando presente em 41% dos lares. Além disso, desse número 33% diz ter resgatado o cão diretamente da rua. Depois dele a raça mais popular é poodle com 11%, pinscher com 7%, labrador com 5%, pitbull com 3% e lhasa apso com 3%.

Incrível, não é mesmo? Já tá indo adotar? Eu sabia!