Canecas para Presente

Infelizmente, existem inúmeras doenças que podem atingir seu cachorro e uma delas é a insuficiência renal. Esta é uma doença que afeta um ou ambos os rins provocando seu mau funcionamento. Ela ocorre de forma aguda – súbita – ou crônica – onde o sistema se degenera progressivamente. Vamos conhecer agora mesmo mais sobre ela, seus tratamentos e sintomas.

O que é a insuficiência renal canina?

Primeiro precisamos entender o papel dos rins no corpo canino. Assim como em nosso caso, os rins são os órgãos responsáveis por filtrar o sangue e eliminar substâncias residuais que são expelidas na urina. Quando ocorre qualquer tipo de falha nesse sistema, o corpo começa a compensar para que o sistema continue funcionando e ocorre que nós, tutores, acabamos não percebendo que existe algo dando errado.

Logo, só conseguimos saber que existe um rim defeituoso quando o caso estiver muito avançado, causando a insuficiência renal aguda ou crônica. Dentre os sintomas mais comuns estão o aumento da ingestão de água e aumento da micção também, os dois ocorrem em ambos os casos. A diferença está no fato da insuficiência renal aguda ocorrer de forma súbita, causando um caso clínico sério. Já a crônica mantem seus sintomas ao longo de muitos meses enquanto os rins vão se deteriorando até não aguentar mais, podendo causar a morte do seu cão.

Leia também: Como deve ser a alimentação de cachorro com insuficiência renal?

insuficiência renal canina

Sintomas comuns

São alguns os sintomas da insuficiência renal e dentre eles existem os mais comuns. Em geral o cachorro começa a urinar em excesso ou simplesmente para de urinar, também pode beber muita água, ter vômito, diarreia e até mesmo hemorragia. Pode ocorrer cegueira, desidratação, emagrecimento e fraqueza muscular súbitas, anorexia, úlceras na boca e mal hálito, acúmulo de líquidos no abdômen e edemas e, por último, estado e choque e coma. Tudo isso acontece devido ao mau funcionamento do sistema renal capaz de afetar todo o organismo. Por isso, ao surgimento de qualquer um desses sintomas, leve seu cachorro o mais rápido possível ao veterinário. Um diagnóstico rápido pode salvar a vida do seu cão.

Para este diagnóstico serão necessários exames de urina e sangue, o primeiro é feito para analisar a densidade da urina – isso porque um animal doente não irá concentrá-la. Já no de sangue é possível verificar parâmetros para reconhecer a função renal, são estes a creatinina e a ureia. Nele também é possível identificar anemia e outros parâmetros como fósforo ou albumina. Hoje, o SMDA também pode ser medido para avaliar a existência ou não de insuficiência renal.

Tratamento

Para tratar casos de insuficiência renal é preciso realizar admissão e fluidoterapia, além disso devem ser estabilizados os sintomas, isso em casos agudos. Ja em casos crônicos é preciso trocar a alimentação por uma específica para cães com insuficiência renal, trabalhar na hidratação do cachorro com muitos estímulos para ingestão de água e até mesmo administração de soro em alguns casos, administração de medicamentos específicos para cães com esta doença que controlam não apenas o problema em si como seus sintomas para melhorar a qualidade de vida do cão e, é claro, acompanhamento constante do veterinário que deve realizar de 2 a 4 testes por ano para ver como está a evolução da doença.

O que é insuficiência renal canina? 2

Felizmente, alguns cães conseguem se curar totalmente em casos agudos, às vezes com pequenos danos porém com boa qualidade de vida. Já os casos crônicos infelizmente são incuráveis e progressivos, sendo possível apenas controlar os sintomas e manter a qualidade de vida do cachorro pelo tempo que for possível até que o problema cause seu óbito anos depois. O quadro de depressão canina também pode acabar se desenvolvendo e é preciso estar de olho para tratar o problema psicológico antes que ele se agrave muito.

Sobre sua expectativa de vida, existem vários estágios e tudo depende da evolução e gravidade da doença. Quanto mais cedo o cachorro for diagnosticado, maior será sua expectativa de vida. Em geral são conhecidos quatro estágios, sendo I o mais leve e o IV o mais grave. A expectativa de um cachorro com insuficiência renal vai de poucos meses em casos graves até alguns anos em casos diagnosticados cedo.

Você sabia dessas informações? Comente!