Canecas para Presente

O bulldog francês é uma gracinha, não há quem diga o contrário. Também já aprendemos aqui no blog que ele é um excelente cachorro para apartamento devido ao seu temperamento tranquilo e também seu porte. Entretanto, chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre a origem do bulldog francês. Vamos lá?

Pois bem, o bulldog francês é um cãozinho pequeno e forte cuja característica mais marcante são as orelhinhas de morcego. Ele possui um temperamento carinhoso e é muito bem disposto. São recomendados para famílias com crianças ou pessoas que moram sozinhas.

Origem

A origem do bulldog Francês ocorreu na época da Revolução Industrial quando muitos trabalhadores ingleses emigraram para a França e diversos deles levaram consigo os Bulldgos, cachorros que viviam na cidade inglesa de Nottingham . Esses cães eram pequenos e tinham as orelhinhas eretas, o que conquistou os ingleses e depois, os franceses também, especialmente as mulheres. Não demorou para que os comerciantes vissem potencial de venda no país e começassem a trazer a raça para o país que logo começou a ser chamada de Bouledogue Francais, ou Bulldog Francês.

Até o final do século XIX os criadores franceses já havia conseguido criar um público consistente para a raça que logo caiu nas graças das famílias nobres, assim ganhando grande protagonismo entre a sociedade francesa. Logo, começou a ser difundida em outros países da Europa, mas fez sucesso mesmo na América quando começou a ser trazida para cá. Hoje praticamente todo o mundo conhece o bulldog francês por suas qualidades, sendo muito apreciado como companheiro e amigo. São muito tranquilos e possuem um temperamento fácil, o que os faz serem muito utilizados em terapias alternativas. Incrível a origem do bulldog francês, não é?

Leia também: Bulldog francês: Saiba mais sobre esta raça de cachorro

Bulldog Francês

Personalidade

Como bem sabemos, e já foi dito umas três vezes nesta matéria (hehe), o bulldog francês é conhecido por seu temperamento tranquilo, sendo uma ótima companhia tanto para outros cães quanto para seus tutores. Eles são amigáveis, brincalhões, doces e muito sociáveis. Gostam de crianças, cachorros e também de outros animais. São bastante carentes, gostam de carícias constantes e tem tendência a se tornarem muito tímidos se não forem socializados desde pequenos.

Como pontos negativos, em função de sua grande necessidade de companhia, eles tendem a desenvolver a chamada ansiedade por separação. Isso significa que ele pode começar a destruir sua casa caso fique sozinho por longos períodos. Esta não é uma raça para você criar isolada no fundo do jardim ou em um canil, ele precisa conviver com pessoas para não entrar em depressão.

Ele é o ideal para você ter como companheiro e melhor amigo, sempre junto com você trocando carinhos e muito amor. Eles gostam de pessoas, o que é relaticamente raro em uma raça canina. Porém, é uma grande responsabilidade tê-lo pois você precisará dar-lhe sempre atenção. Mas fique tranquilo, pois ele com certeza irá retribuir todo o seu amor em dobro.

Gostou das informações? Comente!